Previsibilidade em contratos de planos de saúde é tema de debate na TV ConJur

Quais são os riscos à sustentabilidade da saúde suplementar por mudanças nas regras estabelecidas em contratos?

Como manter a atratividade e o crescimento do setor?

O ativismo judicial pode comprometer o sistema?

Para debater esse e outros pontos, IESSCopedem e ConJur retomam a série “Jornada Jurídica da Saúde Suplementar”.

Participam do debate desta terça-feira (31/8), das 11h às 13h, o ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça; o ex-ministro Maílson da Nóbrega (Fazenda); José Cechin, superintendente executivo do Iees (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar); e o procurador Daniel Tostes, da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

A mediação ficará com o desembargador do Tribunal de Justiça do Tocantins Marco Villas Boas, presidente do Copedem (Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura).

Clique aqui para se inscrever

E também acompanhe por aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *