Plano de saúde coletivo tem alta maior que o da opção individual

Clique aqui para assistir a reportagem completa.

Diferentemente do apresentado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) com base em dados de apenas cinco operadoras de planos de saúde, o índice médio de reajuste aplicado para os planos de saúde coletivos em 2020 foi de 11,28%, pouco mais de 3 pontos percentuais acima do teto máximo estabelecido pela agência reguladora para os planos individuais, que ficou em 8,14%.

Fonte: Jornal da Band – 14/06/2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *