Número de beneficiários de planos de saúde é o maior em cinco anos

Tendência de crescimento surgiu em meados de 2020, com a pandemia

O número de beneficiários de planos de saúde superou 48 milhões em abril, segundo a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). É o maior número registrado desde julho de 2016, mas executivos do setor têm opiniões divergentes sobre qual vai ser o futuro deste mercado no pós-pandemia.

Uma ala do setor receia que o aquecimento perca fôlego, e até recue, com cancelamentos de contratos, quando o coronavírus estiver superado no Brasil.

O superintendente da Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde), Marcos Novais, diz que o mercado de planos de saúde é vinculado ao mercado de trabalho, porque a maior parte dos contratos são coletivos empresariais. “Enquanto a criação de empregos se sustentar, o número de pessoas com plano de saúde tende a continuar crescendo”, diz Novais.

Vera Valente, diretora-executiva da FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar), diz que prefere não fazer projeções. “Não vamos palpitar porque depende de vários fatores. O aumento demonstra que saúde de qualidade cada vez é prioridade dos brasileiros”, diz Valente.

O aumento em relação a março foi de 0,26%, mantendo a tendência de crescimento observada desde a metade do ano passado, depois que a pandemia começou.

Os mais procurados foram os planos coletivos empresariais, com alta de 3,15%.

Em um ano, as pessoas acima dos 59 anos foram as que mais contrataram planos de todos os tipos.

Fonte: Folha de S.Paulo – 21/05/2021

Por Joana Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *