Fonte: Folha de S. Paulo – 07/09/2017
 
Por Maria Cristina Frias
 
A receita dos hospitais privados voltou a cair no primeiro semestre deste ano, e deverá fechar 2017 com retração de 2%, segundo Francisco Balestrin, presidente da Anahp (associação do setor).
 
Os principais motivos são a menor ocupação dos leitos e a alta dos questionamentos das operadoras de planos de saúde, que têm deixado de fazer pagamentos aos hospitais, sob alegação de que não eram previstos na cobertura.
 
As contestações pelas operadoras representavam 3% da receita líquida em 2016, taxa que subiu para 4% neste ano.
 
“Apesar da porcentagem baixa, em um segmento com receita anual de R$ 28 bilhões, dos quais 94% vêm da saúde suplementar, o impacto financeiro é grande.”
 
Os repasses atrasados estão em negociação com as operadoras, e não deverão ser judicializados, afirma Balestrin.
 
“Os hospitais passaram a se certificar melhor da cobertura dos pacientes antes de interná-los, para evitar mais disputas futuras.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *