Funcionários do Samu são acusados de levar pacientes a CTIs por propina

Fonte: Fantástico – 03/07/2016
Há suspeitas de que algumas pessoas tiveram quadro de piorado só para serem internadas em centros de terapia intensiva, em Goiás.
Um escandâlo na brasileira. Em Goiás, médicos, enfermeiros e motoristas do Samu, o serviço público de atendimento a emergências, são acusados de levar pacientes para CTIs particulares em troca de propina. E o mais grave: há suspeitas de que algumas pessoas tiveram o quadro de piorado só para serem internadas em uma unidade de terapia intensiva.

A do secretário de de Goiânia é sócia de uma empresa que gerencia CTIs. Essa empresa também está sendo investigada pelo Ministério Público. Veja na reportagem do Fantástico.

Assista a reportagem completa aqui:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *