Crise faz cair o número de usuários de planos.

Fonte: Portal G1 – 12/10/2015

Dificuldades econômicas obrigam as famílias a rever o orçamento. 
Quase sempre é necessário fazer cortes.

Por Gabriela Ferreira

A crise econômica já fez a gente abrir mão de muita coisa e tem família que precisou cortar até o plano de saúde.


O de planos médico-hospitalares recuou 0,4% no primeiro semestre de 2015 em comparação com o mesmo período do ano passado. São quase 200 mil usuários a menos, segundo a Associação Brasileira de Medicina de Grupo, que representa empresas privadas de assistência à saúde.


Os dados se referem tanto para quem tinha plano individual, e que agora não consegue mais pagar, como para quem perdeu o e acabou perdendo também o plano-empresa.


Em um cenário de juros e inflação altos e desemprego, muita gente teve que cortar gastos.


Para conseguir fechar as contas, o taxista Rodrigo Teixeira começou cortando os passeios e os restaurantes e passou a recolher panfletos de supermercados e a correr atrás de promoções. Na casa dele, todos os eletrodomésticos ficam fora da tomada quando não estão sendo usados e agora, não teve jeito, ele teve que cortar o plano de saúde.


“Vou tentar a rede pública quando precisar e espero que no início do ano que vem, eu consiga ter novamente”.

 

Veja o vídeo:
http://g1.globo.com/hora1/noticia/2015/10/crise-economica-faz-cair-o-numero-de-usuarios-de-planos-de-saude.html

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *