Álcool é responsável por uma morte a cada 20 no mundo, diz OMS

Consumo de álcool mata mais pessoas do que a Aids, a tuberculose e a violência combinadas

O álcool mata cerca de 3 milhões de pessoas em todo mundo a cada ano, representando uma em cada 20 mortes, alertou a Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta sexta-feira (21).

Em um relatório sobre o consumo global de álcool e suas consequências adversas para a saúde, a agência da OMS aponta que o consumo de álcool mata mais pessoas do que a Aids, a tuberculose e a violência combinadas.

Pelo menos 5,3% das mortes em todo mundo são relacionadas ao álcool anualmente, como doenças infecciosas, acidentes de trânsito, homicídios e lesões, segundo a OMS. Para os mais jovens (faixa entre 20 e 29 anos), essa taxa é de 13,5%.

Do total de mortes decorrentes do álcool, três quartos são de homens.

A OMS observa que há “algumas tendências globais positivas” apontando para a redução desde 2010 do consumo episódico e do número de mortes relacionadas ao álcool.

Mas, explicam os especialistas, “o peso global das doenças e danos causados pelo consumo nocivo do álcool é inaceitável, particularmente na Europa e nas Américas”.

Mais de 200 doenças estão ligadas ao consumo de álcool. Dos 3 milhões de mortes atribuíveis ao álcool, 28% estão relacionadas a acidentes de trânsito, violência, suicídios e outros atos violentos; 21%, a distúrbios digestivos e 19%, a doenças cardiovasculares.

As mortes restantes são atribuídas a doenças infecciosas, cânceres, transtornos mentais e outros problemas de saúde.

“Muitas pessoas —suas famílias e suas comunidades — sofrem as consequências do consumo nocivo do álcool, seja pela violência ou por problemas de saúde mental e doenças como câncer e derrame”, adverte o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, citado em um comunicado.

“É hora de fazer mais para prevenir essa séria ameaça ao desenvolvimento de sociedades saudáveis”, acrescentou.

Cerca de 2,3 bilhões de pessoas no mundo bebem álcool, informa a OMS. O álcool é consumido por mais da metade da população nas Américas, Europa e no Pacífico Ocidental.

A Europa tem o maior consumo per capita do mundo, embora esse consumo tenha diminuído em mais de 10% desde 2010.

A OMS está prevendo um aumento no consumo global de álcool na próxima década, em especial no sudeste da Ásia, no Pacífico Ocidental e nas Américas.

O consumo médio diário de álcool é de 33 gramas de álcool puro, o equivalente a dois copos de vinho (150 ml cada), a uma garrafa de cerveja (750 ml), ou a dois “shots” de destilado (40 ml cada).

Fonte: Folha de S. Paulo – 21/09/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *